terça-feira, 2 de março de 2010

Alquimia do Coração

Em 27 e 28 de Fevereiro, Vitorino de Sousa e Emeralda Rios conduziram um workshop em Lisboa e Porto sobre a alquimia do coração. Acabo de receber o material do evento.

Use e Abuse!

Madame Sadala

“A Alquimia do coração”

Lisboa, 27 de Fevereiro de 2010

Porto, 28 de Fevereiro de 2010

Este texto pretende ser uma ajuda para todos aqueles que não puderam participar neste trabalho.

Pode ser divulgado sem restrições, desde que seja referida a sua proveniência.

A utilização de algumas plantas e flores

visando a Alquimia do Coração

Plantas e flores de libertação/limpeza, que podem ser utilizadas na preparação banhos, defumações e no desacoplamento energético:

Dente-de-leão (flor)

Salsa

Rama da cenoura

Folha de oliveira

Eucalipto

Sabugueiro

Hipericão

Arruda

Erva-dos-gatos

Espinheiro-alvar

Plantas e flores de transmutação:

Erva-príncipe

Margaridas (flor)

Amores-perfeitos

Rosas

Espinheiro-alvar

Algas

Hortelã

Manjerona ou orégãos

Plantas e flores de elevação vibracional:

Manjericão

Hortelã

Orégãos

Estragão

Violetas

Amores-perfeitos

Orquídeas

Girassol

Rosas

Procedimento de preparação

1 - FASE de LIMPEZA

Duas semanas: uma de preparação e uma de aplicação

- Mergulhe as plantas escolhidas (não mais de três, de acordo com a sua intuição) em (pelo menos) 100 cm3 de óleo de jasmim ou de rosas.

- Compre uma garrafa de 1,5 litros de água mineral.

Deixe ao ar livre o recipiente com a mistura óleo/plantas e a garrafa de água, até ao mesmo dia da semana seguinte. Durante esse período, diariamente, (à hora que mais lhe convier), segure o recipiente com a mistura óleo/plantas com a mão esquerda, encoste-o ao centro do peito e recite o seguinte texto (que pode modificar a seu gosto):

Convoco os Reinos Coadjuvantes da Terra e a Luz/Amor/Compaixão/Sabedoria para que este óleo seja energizado com as propriedades necessárias para limpar (referir o que se pretende). Agradeço a vossa ajuda na minha transformação e na transformação da Terra.

Proceda da mesma forma com a garrafa de água.

Respeitado este procedimento durante os sete dias de preparação. No mesmo dia da semana seguinte:

- Dê início à auto-aplicação do óleo (com um cotonete) nos pontos dos sete chacras principais: 1) Zona púbica; 2) Dois dedos abaixo do umbigo; 3) Sobre o Estômago; 4) No centro do peito; 5) Na garganta; 6) No centro da testa; 7) No alto da cabeça.

- Dilua os 1,5 litros de Água Matriz para um garrafão de 5 litros e comece a beber.

- No terceiro dia após o início da aplicação do óleo, prepare um banho quente simples (sem ervas) ao qual deve juntar um cálice do óleo e um copo da Água Matriz que tem estado a beber.

No mesmo dia da semana seguinte, ou seja após sete dias de tratamento, é livre de parar ou avançar para a fase seguinte. Pode fazê-lo de imediato ou após alguns dias de descanso.

2 - FASE de TRANSMUTAÇÃO

Duas semanas: uma de preparação e uma de aplicação

Procedimento idêntico à fase anterior, excepto uma pequena diferença no texto de programação do óleo e da água:

Convoco os Reinos Coadjuvantes da Terra e a Luz/Amor/Compaixão/Sabedoria para que este óleo seja energizado com as propriedades necessárias para transmutar (referir o que se pretende). Agradeço a vossa ajuda na minha transformação e na transformação da Terra.

3 - FASE de ALQUIMIA DO CORAÇÃO

Duas semanas: uma de preparação e uma de aplicação

Procedimento idêntico à fase anterior, excepto uma pequena diferença no texto de programação do óleo e da água:

Convoco os Reinos Coadjuvantes da Terra e a Luz/Amor/Compaixão/Sabedoria para que este óleo seja energizado com as propriedades necessárias à elevação da minha vibração, para que a alquimia do meu coração possa ocorrer e para que nunca mais tenha de lidar com … (referir a situação). Agradeço a vossa ajuda na minha transformação e na transformação da Terra.

Comentários

- Quando ocorre um acto de magia negra, os elementos criados acoplam-se à pessoa/alvo e acabam por invadir o seu corpo energético. Ao chegarem ao corpo físico intensificam o processo de destabilização, criando depressão, angústia, boicotes vários, e até doenças. Este processo desenrola-se, por vezes, com gravidade porque a pessoa/alvo identifica-se com as situações que passou a enfrentar, assim como com os respectivos pensamentos, sentimentos e emoções que lhe estão associados. Mas ela tem de se lembrar que tudo foi induzido, provocado e desencadeado pela activação de memórias guardadas nos seus registos. Esta capacidade de manipulação é a grande habilidade dos magos negros. Eles nem precisam de saber qual o tipo de memórias que têm de activar para causar dano na pessoa/alvo; basta-lhes criar um «vírus» vibracional (recorrendo a rituais onde, normalmente, intervêm animais, sangue e outros elementos materiais) que, ao entrar no sistema da pessoa visada, vai pesquisar onde essas memórias/programas se encontram e qual a sua natureza. Depois, basta estimulá-las. Como resultado, a pessoa/alvo passa a ser hospedeira de um dispositivo vibracional que, nos casos mais graves, a manipula e condiciona completamente. Para começar a «desmontar» a situação, é imperioso que ela se desidentifique e trate de rejeitar, poderosamente, o que lhe está a acontecer, e, principalmente, os pensamentos negativos e os sentimentos corrosivos. Nesse sentido, pode recorrer, através da evocação sentida, aos muitos Colaboradores do Plano, como, aliás, está expresso nos textos de programação dos óleos e da água.

- Quando há questões relacionadas com casas, carros, terrenos, famílias, a água matriz e os óleos, podem ser utilizados em queimadores, para que a vibração se difunda pelos espaços em causa. Também se aconselha, aspersões exteriores com a Água Matriz programada.

- A «matéria-prima», sem a qual os trabalhos de magia negra ou as programações mentais/emocionais (enviadas inconscientemente por terceiros), não funcionam, está guardada essencialmente no centro cardíaco. De nada serve a pessoa submeter-se a terapias de limpeza se:

- O seu coração espiritual estiver fechado ao perdão de quem lhe tem vindo a gerar prejuízos de toda a ordem;

- Se não conseguir reconhecer que todas as dificuldades por que tem passado, são excelentes oportunidades para a sua própria evolução;

- Sentir frustração, revolta e uma sensação de injustiça em relação à situação em que se encontra;

- Sentir ânsias de vingança;

- Desejar que algum tipo de castigo se abata sobre quem fez, ou encomendou, o trabalho de magia negra de que foi alvo.

O tema central da «cura» da situação é – sempre - a alquimia do coração, o que implica uma profunda transformação dos valores e dos parâmetros em que a pessoa baseia a sua existência!

Esmeralda Rios e Vitorino de Sousa

www.velatropa.com/yasmin

www.velatropa.com/uc

Nenhum comentário:

Postar um comentário