quarta-feira, 11 de novembro de 2009

11:11

Afinal o que é isso que os esotéricos e místicos tanto falam?
"11:11" é um gatilho pré-codificado colocado dentro de nossos bancos celulares de memória antes de nossa descida à matéria, que quando acionado, significa que nosso tempo de conclusão está próximo..." São 4 pilares que marcam as fronteiras do universo dimensional.
É uma brecha entre dois mundos. O Ideal e o Real. Escolha em qual quer ficar!
Trata-se de um portal para decodificar a beleza universal dentro de você.
Confie em Si Mesmo(a), Confie em suas próprias percepções e mais profundos estímulos de seu coração.
Você nunca será conduzido(a) ao erro. Não se permita ser conduziso(a) de volta, nunca mais.
O POrtal da mudança, do saber, está aberto diante de você. Leve a sério, produza sua corgem, abra suas asas largamente e salte!
11:11 é como uma fenda ou abismo que tem um potencail inerente de manter juntas duas diferentes esferas de energia.
Quando nos unimos como UM, juntando nossos fragmentos da chave, nó não somente criamos a chave, como tornamos visivel a entrada.

11:11 É um sequencia de portais que estão sendo abertos, já previstos pelos antigos e desaparecidos Maias (na verdade eles foram embora).

Somos seres maravilhosos, capazes de sentir, viver, produzir e coisas maravilhosas e tão espetaculares, como outra vida... e ao mesmo tempo.. somos pequenos, vulgares e produzimos verdadeiras destruições. Olha a falta de consciência com nosso Planeta e com as mazelas nos relacionamentos e nos ambientes corporativos.

Estes portais interddimensionais, trazem consciência, trazem energias... tanto pode passar coisas muito boas, como pode passar coisas muito ruins!
Mas existe um fato inegável. Existe uma TROCA e a cada sequecial numérico 09:09:09; 10:10:10 e assim por diante, estes portais vão "alargando" seus portões.
E nossas mazelas podem aumentar como podemos também nos suprir de sabedoria e discernimento.
Consciência e atenção para a questão é o primeiro passo.
Madame Sadala

Nenhum comentário:

Postar um comentário