quinta-feira, 28 de maio de 2009

Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo... Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
(Luiz Fernando Veríssimo)

Um comentário: